CPA - FASB COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTO-AVALIAÇÃO

Ações CPA.

Avaliação das Instituições de Educação Superior:

cpafasb@fasb.com.br

A avaliação das Instituições de Educação Superior tem caráter formativo e visa o aperfeiçoamento dos agentes da comunidade acadêmica e da Instituição como um todo, principalmente quando conta com a participação efetiva de toda a comunidade interna e, ainda, com a contribuição de atores externos do entorno institucional. Nestes casos, a Instituição constrói, aos poucos, uma cultura de avaliação que possibilita uma permanente atitude de tomada de consciência sobre sua missão e finalidade acadêmica e social.

A avaliação interna ou auto-avaliação tem como principais objetivos produzir conhecimentos, pôr em questão os sentidos do conjunto de atividades e finalidades cumpridas pela Instituição, identificar as causas dos seus problemas e deficiências, aumentar a consciência pedagógica e capacidade profissional do corpo docente e técnico-administrativo, fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais, tornar mais efetiva a vinculação da Instituição com a comunidade, julgar acerca da relevância científica e social de suas atividades e produtos, além de prestar contas à sociedade.

Identificando as fragilidades e as potencialidades da Instituição nas dez dimensões previstas em lei, a auto-avaliação é um importante instrumento para a tomada de decisão e dele resultará um relatório abrangente e detalhado, contendo análises, críticas e sugestões.

A avaliação externa é a outra dimensão essencial da avaliação institucional. A apreciação de comissões de especialistas externos à Instituição, além de contribuir para o auto-conhecimento e aperfeiçoamento das atividades desenvolvidas pela IES, também traz subsídios importantes para a regulação e a formulação de políticas educacionais. Mediante análises documentais, visitas in loco , interlocução com membros de diferentes segmentos da Instituição e da comunidade local ou regional, as comissões externas ajudam a identificar acertos e equívocos da avaliação interna, apontam fortalezas e debilidades institucionais, apresentam críticas e sugestões de melhoramento ou, mesmo, de providências a serem tomadas – seja pela própria Instituição, seja pelos órgãos competentes do MEC.

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) , deve ter em sua composição, representantes de todos os segmentos da comunidade universitária e, também, da sociedade civil organizada, conforme Portaria 02/2004 desta Instituição de Educação Superior:

As etapas de planejamento, estratégias, metodologias, recursos e calendário das ações avaliativas estão disponíveis na Faculdade. Cabe mencionar que a divulgação, como continuidade do processo de avaliação interna, deve oportunizar a apresentação pública e a discussão dos resultados alcançados em todas as etapas. Para tanto, serão utilizados diversos meios, tais como: reuniões, documentos informativos (impressos e eletrônicos), seminários e outros.



voltar

Campus I
Rua Américo Brasiliense, 449
Centro - São Bernardo do Campo - SP
Campus II
Rua João Pessoa, 601
Centro - São Bernardo do Campo - SP
Contato:
0800 0193277
(11) 4123-1469
FacebookInstagramYoutubLinkedinE-mail